0

Debates acalorados na reta final da campanha

Posted by José Flávio Santos de Carvalho on 00:07
Quinta-feira, 02 de outubro



Luciana Genro - Levy, não vou fazer conversa de comadre. Vamos debater uma coisa que, talvez, tenhamos uma diferença: Os homosexuais, travestis, lésbicas, sofrem uma violência constante. O Brasil é campeão de mortes da comunidade LGBT. Porque que as pessosa que defendem tanto a família, se recusam a reconhecer como família, um casal do mesmo sexo?

Levy Fidelix - Jogo pesado aí agora, hein. Nessa daí você jamais deveria entrar. Economia, tudo bem. Olha minha filha, tenho 62 anos. Pelo que eu vi na vida, dois iguais não fazem filho e, digo mais, desculpe, mas aparelho excretor não reproduz. É feio dizer isso, mas não podemos jamais, gente. Eu sou um pai de família e um avô, deixar que tenhamos, estes que aí estão achacandoa gente do dia-a-dia, querendo escolar essa minoria à maioria do povo brasileiro. Como é que pode um pai de família, um avô ficar aqui escorado porque tem medo de perder voto? Prefiro não ter esses votos, mas ser um pai, um avô que tem vergonha na cara, que instrua seu filho, que instrua seu neto. Vamos acabar com essa historinha. Eu vi agora o santo padre, o papa, expurgar, fez muito bem, do Vaticano, um pedófilo. Está certo! Nós tratamos a vida toda com a religiosidade para que nossos filhos possam encontrar realmente um bom caminho familiar. Então, Luciana, eu lamento muito. Que façam um bom proveito, que querem fazer e continuar como estão, mas eu presidente da República, não vou estimular. Se está na lei que fique como está, mais estimular jamais a união homoafetiva.

Lucina Genro - Infelizmente, não está na lei Fidelix, e o casamento civil igualitário é fundamental para que nós possamos reconhecer juridicamente, como família, qualque tipo de família, eu acredito, que sou uma das que mais defende a família nessa campanha eleitoral, porque seu estou defendendo todas as famílias. Não importa se são dois homens, ou duas mulheres, o que importa é que as pessoas se amem e, para combater a discriminação, a homofobia e tansfobia, é fundamental, reconhecer o casamento civil igualitário…

Levy Fidelix - Luciana, você já imaginou? O Brasil tem 200 milhões de habitantes, daqui a pouquinho vai reduzir para 100 (milhões). Vai para a avenida Paulista, anda lá e vê. É feio o negócio, né? Então, gente, vamos ter coragem, nós somos maioria, vamos enfrentar essa minoria. Vamos enfrentá-los. Não tenha medo de dizer que sou pai, uma mãe, vovô, e o mais importante, é que esses que têm esses problemas realmente sejam atendidos no plano psicológico e afetivo, mas bem longe da gente, bem longe mesmo porque aqui não dá.

***

Era domingo, dia 28 de setembro, à noite. Os candidatos à Presidência da Republica participavam de um debate na TV Record. Nesse debate, os protagonistas de um fatos mais comentados essa semana, não foram os candidatos principais da campanha; Dilma Rousseff, Marina Silva e Aécio Neves, mas sim, os candidatos com índice inferior de votos.

Quando Luciana Genro, candidata pelo PSOL, inquiriu o Levy Fidelix, do PRTB, o candidato abriu a boca para proferir as terríveis respostas no diálogo que abre esse texto. Luciana parecia não acreditar no que estava ouvindo. Marina, Dilma e Aécio e os demais candidatos, não comentaram as respostas do candidato Levy Fidelix, durante o debate — não sei se por medo de perder votos ou por constrangimento diante de tal despreparo para tratar de questões que envolvem os sentimentos humanos — fazendo seus comentários reprovativos apenas quando a discussão já se fazia acalorada. Já pensou um homem com um despreparo tão grande, assumindo um cargo de tamanho vulto, como é o de presidente de uma nação?

Chocados com o ponto de vista de Levy sobre o assunto em questão, a Ouvidoria dos Direitos Humanos, ligada a Presidência da República, resolveu denunciar o candidato ao Ministério Público sob acusação de incitação ao ódio e discriminação da orientação sexual e identidade de gênero. A Ordem dos Advogados do Brasil protocolou junto ao Tribunal Superior Eleitoral, um pedido de cassação da candidatura de Fidelix. Grupos ligados a questão LGBT também se levantaram em protesto contra a atitude do candidato do PRTB.

Foi um discurso segregacionista, preconceituoso e maldoso. Isso é preocupante, pois, em um país onde é recorrente a violência contra os gays, esse discurso pode, facilmente, incitar ainda mais, o ódio e a violência. Já ouvi alguém falar em liberdade de expressão para defender Fidelix, mas acho que não se deve confundir uma expressão tão bonita e rica de significados como é “liberdade de expressão”, com a ideia de conclamar a sociedade a ser preconceituosa. Afinal, tantas pessoas já sofrem o preconceito na pele, como é o caso dos negros, das mulheres, dos deficientes, e dos próprios gays, não é verdade?  

Depois de ver o comportamento do candidato compreendi porque que ele é tão insignificante politicamente, e o número de votos obtidos por ele é baixíssimo. Ele não tem e nem terá o perfil de um grande estadista, tendo que se contentar com a mediocridade de suas ideias.

Os comentários de Levy Fidelix encontram coro no discurso racista e preconceituoso do deputado e pastor evangélico, Marcos Feliciano (PSC), que atacou publicamente aos negros e gays com seus discursos racistas. Por falar nisso, Tiririca (PR), Paulo Maluf (PP) e Marcos Feliciano, estão entre os cinco deputados mais votados no Estado de São Paulo, segundo pesquisas. Pela ordem; um palhaço, um corrupto e um reacionário. Estamos bem, não é mesmo? Que Deus se compadeça de nosso futuro político, pois com parlamentares desse nível as previsões não são nada animadoras.

Os candidatos à Presidência da República se enfrentarão mais uma vez nesta quinta-feira (02), à noite, na TV Globo. Será o último confronto entre eles e mais uma oportunidade de o eleitor analisar as propostas dos seus candidatos, e de os eleitores indecisos tomarem uma decisão, fazerem uma escolha. O mediador do debate será William Bonner, apresentador do Jornal Nacional. O início do debate está previsto para as 22h50min e será transmitido, ao vivo, para todo o país.

Ontem à noite, dia 30, a Globo e suas emissoras filiadas em todo o país, realizaram debates com os candidatos a governador. Os debates aconteceram em 26 estados e também no Distrito Federal.

0 Comments

Postar um comentário

Copyright © 2009 Cottidianos All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive. Distribuído por Templates