0

O Brasil em luto pela morte de Eduardo Campos

Posted by José Flávio Santos de Carvalho on 00:50
Quinta-feira, 14 de agosto


Navegar é Preciso

Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa:
"Navegar é preciso; viver não é preciso".
...
Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso.
Só quero torná-la grande,
ainda que para isso tenha de ser o meu corpo
e a (minha alma) a lenha desse fogo.
Só quero torná-la de toda a humanidade;
ainda que para isso tenha de a perder como minha.
Cada vez mais assim penso.
Cada vez mais ponho da essência anímica do meu sangue
O propósito impessoal de engrandecer a pátria e contribuir
Para a evolução da humanidade.
É a forma que em mim tomou o misticismo da nossa Raça.

Fernando Pessoa




Tomo dos primeiros versos dessa poesia de Fernando Pessoa para iniciar, de fato esse texto: Navegar é preciso, viver não é preciso. Gosto de interpretá-los do seguinte modo: Navegar é uma ciência matemática e, toda ciência matemática, precisa ser exata. Nenhum marujo, nenhum comandante de navio, coloca-o no mar sem antes ter traçado um plano de navegação. Se, por acaso, saí por aí à deriva, navegando de improviso, pode jogar o navio em cima de algum rochedo e o fundo do mar é o destino final.

Viver não. Viver não é preciso. Como o comandante de um navio, traçamos planos. Definimos uma meta. Entretanto, no mar da vida, não temos controle nenhum sobre esse plano traçado. É o destino quem comanda. Tem quem dê outra denominação que não seja destino. Fique à vontade. Viver é a coisa mais imprecisa que existe.

Veja o caso de Eduardo Campos. Tudo parecia ir tão bem. As coisas corriam muito bem. Traçou planos e entrou na briga para subir a rampa do planalto e receber a faixa de presidente do Brasil. Mas veio a roda viva e carregou o destino pra lá.

***

Domingo, 10 de agosto, em pleno dia dos pais, Eduardo Campos comemorou 49 anos. Não deixou de cumprir seus compromissos de campanha nesse dia. Pela manhã visitou um centro de tratamento para dependentes químicos, em Cabo de Santo Agostinho, na região Metropolitana do Recife. Conversou com os internos. Ouviu dele as queixas do presente e as esperanças no futuro. Após cumprir sua agenda política, o candidato foi para casa comemorar o aniversário com a muher e os cinco filhos. Os filhos fizeram uma surpresa para ele ao mostrarem um vídeo no qual o parabenizavam pelo dia dos pais. Posteriormente, Eduardo Campos, disse que havia sido o melhor presente de aniversário que havia recebido.

Em Janeiro, havia nascido seu filho mais novo, Miguel. O menino nasceu com Síndrome de Down. Na ocasião, Campos, a mulher dele e os filhos assinaram uma nota, divulgada nas redes sociais, que dizia:

Hoje, os médicos confirmaram o que já estava pré-diagnosticado há algum tempo. Miguel, entre outras características que o fazem muito especial, chegou com a Síndrome de Down. Seja bem-vindo, querido Miguel.
Como disse seu irmão, você chegou na família certa! Agora, todos nós vamos crescer com muito amor, sempre ao seu lado”.
No dia 14 de abril, durante um evento realizado em Brasília, capital federal, Eduardo Campos, lançava-se como candidato a presidência da República, tendo com vice-presidente em sua chapa, Marina Silva. Junto com Aécio Neves, prometia ser um dos principais adversários de Dilma Rousseff, nessas eleições.

Ontem, o candidato enfrentou a bancada do um dos telejornais de maior audiência no país: o Jornal Nacional. A série de entrevistas começou na segunda-feira (11), com o candidato Aécio Neves, do PSDB. O tempo das entrevistas concedidas aos candidatos mais bem colocados nas pesquisas é de 15 minutos: Uma eternidade em se tratando da audiência do Jornal Nacional.

Eduardo Campos estava muito satisfeito com a entrevista que dera ao JN, entrevista conseguida, através de suas boas colocações nas pesquisas eleitorais. Afinal, uma entrevista para William Bonner e Patrícia Poeta, apresentadores do telejornal, pode render uma boa quantidade de votos.

O candidato estava no Rio, acompanhado da esposa, Renata Campos, e do filho mais novo do casal, Miguel. Porém, Logo após a entrevista, Renata e Miguel, retornaram ao Recife, em voo comercial. Eduardo e sua equipe permaneceram no Rio, pois tinham extensa agenda política a cumprir em Santos, litoral paulista. Dentre esses compromissos de campanha estavam; Entrevistas a emissoras de TV locais, entrevista coletiva e a participação em um Seminário sobre o Porto de Santos.

Na manhã desta quarta-feira, o avião decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio, com destino ao Aeroporto de Guarujá, no litoral paulista. A bordo estava o candidato à Presidência, Eduardo Campos; o fotógrafo, Alexandre Silva; Carlos Augusto Leal, assessor do candidato; os pilotos, Geraldo da Cunha e Marcos Martins; Marcelo de Oliveira Lyra, cinegrafista e Pedro Valadares Neto, que também atuava como assessor de campanha.

O tempo estava chuvoso e nublado, porém a aeronave, na qual viajam os cinco passageiros e dois tripulantes, era um Cessna Citation 560XL, prefixo PR-AFA. Esse modelo de aeronave tem capacidade para 12 passageiros, sendo, por sua segurança e praticidade, um dos jatos particulares, mais utilizados em todo o mundo. Sendo uma das aeroaves mais modernas do mundo, pode voar bem, até com tempo ruim, aliado a isso, estava em situação regular e com todos os certificados em dia.

Chovia quando a aeronave chegou à cidade de Santos. Quando o piloto se preparava para pouso, teve que arremeter devido ao mau tempo. Segundo, depoimento de testemunhas o avião pegou fogo ainda no ar, veio em diagonal e caiu em um bairro residencial da cidade.
Seis vitimas foram atingidas na área onde o avião caiu: duas crianças, duas mulheres e uma idosa. Elas foram encaminhadas ao hospital, mas passam bem. Destroços do avião pedaços dos corpos ficaram espalhados pela região atingida.

Depois do acidente, a aeronáutica divulgou o seguinte comunicado:

O Comando da Aeronáutica informa que nesta quarta-feira (13/08), por volta das 10h, uma aeronave Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, caiu na cidade de Santos, no litoral de São Paulo.

A aeronave decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao aeroporto de Guarujá (SP). Quando se preparava para pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave.

A Aeronáutica já iniciou as investigações para apurar os fatores que possam ter contribuído para o acidente.

Brasília, 13 de agosto de 2014.

Brigadeiro do Ar Pedro Luís Farcic

Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica”.

Logo após, o acidente, começaram a circular as notícias, a maioria desencontradas, como geralmente acontece em casos de acidentes inesperados. Alguns veículos de comunicação chegaram a noticiar que a mulher de Eduardo e o filho estariam no avião, o que depois se verificou que era fato inverídico.

Todos os candidatos a presidente suspenderam suas agendas políticas diante da peça pregada em todos pelas mãos do destino.

Campos nasceu em Recife, no ano de 1965. O jovem Eduardo Campos já mostrava vocação para a carreira quando iniciou, em 1981, o curso de Economia, na Universidade Federal de Pernambuco. No decorrer do curso, ele viria a se tornar presidente do Diretório Acadêmico da faculdade. Em 1986, iria aos Estados Unidos para fazer o mestrado. Desistiu desses planos para ajudar na campanha do avô, Miguel Arraes, que era candidato ao governo de Pernambuco. Venceu a primeira eleição para o cargo de Deputado Estadual, pelo Estado de Pernambuco, no ano de 1990. De lá para cá, tornou-se um político atuante. Em abril deste ano, deixou o cargo de governador do Estado de Pernambuco para concorrer às eleições à Presidência do Brasil.

O corpo de Eduardo Campos será velado no Recife, terra onde nasceu.


A morte do candidato embaralha as cartas das eleições para a Presidência. Quem será o novo candidato do partido, isso logo saberemos, pois o PSB tem pouco tempo para registrar novo candidato, afinal, na semana que vem, já começam a propaganda eleitoral no rádio e televisão.

0 Comments

Postar um comentário

Copyright © 2009 Cottidianos All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive. Distribuído por Templates